Copromoção
Cofinanciamento
VALAGUA - Valorização Ambiental e Gestão Integrada da Água e dos Habitats
no Baixo Guadiana Transfronteiriço (POCTEP 0007-VALAGUA-5-P)
Copyright © 2018, Todos os direitos reservados.   Design Cores ao Cubo
Idealização e coordenação

25 Set 2019

Projeto VALAGUA instala equipamento temático na Aula de Naturaleza de Puebla de Guzmán

O novo equipamento foi especialmente desenvolvido para disponibilizar um novo espaço temático denominado “Aula da Água do Andévalo”, com o fim de promover a região sob o binómio “Natureza e Água”.

Existe um novo espaço temático na Aula de Naturaleza de Puebla de Guzmán (um espaço dedicado à divulgação e promoção dos valores naturais), que visa formar e informar os cidadãos sobre o conceito de água como recurso natural e a inter-relação que existe entre homem e água na região de Andévalo, do ponto de vista natural, social e económico. São três blocos diferenciados, com painéis informativos, com os quais se pretende criar uma motivação para a conservação do recurso nessa área. Em concreto, foi condicionada e delimitada uma área desta “sala de aula” da Natureza com equipamentos especialmente projetados para recriar um novo espaço temático denominado “Aula da Água do Andévalo”, a fim de promover a região do Andévalo sob no binómio “Natureza e Água ".

 

Para o deputado territorial do Andévalo e alcaide de Puebla de Guzmán, Antonio Beltrán, que visitou o novo equipamento, acompanhado pela Presidente da Comunidade de Municípios da Betúria, Dolores Ruiz, “o compromisso assumido pela Diputación a através deste projeto enquadrado no POCTEP, irá revalorizar de maneira muito eficaz os espaços disponíveis para a formação da cidadania em relação ao tema “natureza e água”, como este centro, e que terá resultados não apenas a nível do desenvolvimento sustentável, mas também do ponto de vista turístico, reconhecendo todo o valor económico, social e etnográfico que o tema da água e do meio ambiente tem na nossa região”.

 

Por sua vez, a Presidente da Beturia, Dolores Ruiz, destacou o apoio da instituição provincial, mostrando a sua satisfação com o trabalho da Diputación nesta região do Baixo Guadiana, constituída por aldeias transfronteiriças onde “preservar o meio ambiente e a natureza e proteger este valioso recurso que temos na região, como é a água, é tarefa de todos, assim como contribuir para preservar e defender os recursos através da formação”.

 

Esta ação complementa outras atividades que estão sendo realizadas no âmbito do projeto Valagua, como a criação de miradores em San Silvestre de Guzmán e Sanlúcar de Guadiana, onde foram instalados equipamentos de apoio e informação, como um planisfério para reconhecimento de estrelas e constelações, no sentido de aproveitar um dos pontos certificados Starlight na província, além de workshops sobre o estado das águas da bacia do Guadiana e de ações de sensibilização ambiental com diferentes coletividades do Baixo Guadiana e capacitação de agentes turísticos.

 

Atualmente, está a processar-se a instalação do equipamento no centro de visitantes em El Puerto de la Laja (El Granado), com conteúdos dedicados ao rio, à mineração e ao contrabando, com a finalidade de promover um local único no qual se relacionam recursos naturais e atividades socioeconómicas de outrora, tendo o rio Guadiana como eixo principal.

 

O principal objetivo do projeto Valagua é valorizar especificamente os recursos ambientais e o potencial turístico do Baixo Guadiana, contribuindo globalmente para o desenvolvimento sustentável do território fronteiriço. Através deste projeto, pretende-se reorganizar os roteiros ambientais e culturais realizados no contexto de iniciativas anteriores, consolidando, melhorando e expandindo-os, de forma a disponibilizar aos cidadãos uma maior oferta ambiental e cultural e uma diversificação da oferta turística.

 

Com um orçamento total de 1.008.556,12 euros, cofinanciado em 75% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), o projeto Valagua constitui uma oportunidade para a integração territorial e setorial na gestão dos recursos no Baixo Guadiana, baseada no elevado potencial transfronteiriço de conservação da natureza - um objetivo comum e compartilhado - neste território, que resulte no desenvolvimento de metodologias e medidas para atuar conjuntamente em aspetos que promovam a qualidade e a proteção da água, bem como a valorização dos ecossistemas ribeirinhos da área de intervenção.

 

A ação realizada em Puebla de Guzmán, através da Área de Desenvolvimento Local da Diputación de Huelva, teve um investimento total de 36.051,95 euros. O projeto VALAGUA (Avaliação Ambiental e Gestão Integrada da Água e Habitats no Baixo Guadiana Transfronteiriço), foi aprovado pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg VA Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020 e tem a Delegação de Huelva como parceiro beneficiário.

Ver mais em https://www.youtube.com/watch?v=KavWHACcAaU&feature=youtu.be